6 de dezembro de 2012

Educação de Picuí recebe prêmio do Denatran


Nesta quarta feira (05/12) ocorreu em Brasília a cerimônia de premiação do XII Prêmio Denatran.  A premiação contou com a presença dos Picuienses: Edinaldo Araújo, aluno da Educação de Jovens e Adultos, que ficou com Prêmio Nacional na Categoria Paródia e seu professor Robson Rubenilson que representava os professores da Escola Municipal Ana Maria Gomes.
“Nesta 12ª edição, a maior parte dos trabalhos foi enviada por estudantes de ensino fundamental, especialmente pelos cinco primeiros anos e isso é extremamente positivo, pois mostra que o tema trânsito está sendo abordado desde cedo pelos professores em sala de aula.”, destacou o diretor do Departamento Nacional de Trânsito, Julio Ferraz Arcoverde.
O Prêmio Denatran de Educação no Trânsito elege anualmente os melhores trabalhos produzidos sobre o tema Trânsito. O concurso, promovido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), tem o objetivo de incentivar diversos setores da sociedade a refletirem sobre aspectos relativos à segurança, ao respeito e a cidadania no trânsito.
A cerimônia de premiação contou ainda com a presença do Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, dos representantes do Conselho Nacional de Trânsito, Rone Evaldo Barbosa e José Antônio Silvério, e da Coordenadora Geral de Qualificação do Fator Humano no Trânsito, Maria Cristina Hoffmann.

5 de dezembro de 2012

Aluno da EJA de Picuí é destaque nacional


O aluno Edinaldo Araújo, da Escola Municipal Ana Maria Gomes, recebeu na manhã do último dia 05 o troféu e certificado de vencedor do XII Prêmio Nacional do DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito na cidade de Brasília. A premiação foi entregue diretamente pelo ministro das cidades, o paraibano Aguinaldo Ribeiro. Durante a cerimônia, realizada no Hotel Nacional, o ministro parabenizou a escola, os professores e, em especial, o aluno Edinaldo Araújo. Ainda fez referência a Picuí como a “ terra da melhor carne de sol do Brasil”.  Além de Picuí a Paraíba esteve representada por dois trabalhos da cidade de João Pessoa.
Edinaldo Araújo é aluno da Educação de Jovens e Adultos e retomou aos estudos este ano, depois de 28 anos fora da escola, pois precisava trabalhar.  Com o trabalho premiado, Edinaldo, além de receber a premiação, pode realizar, segundo o mesmo, seu maior sonho: “ viajar de avião”.  Após a cerimônia de premiação Edinaldo, acompanhado pelo professor Robson Rubenilson, participou de um city tur pela capital federal conhecendo as principais construções do arquiteto Oscar Niemeyer.
Edinaldo teve o trabalho foi inscrito na categoria EJA, que precisavam trabalhar o tema Trânsito e Bebida através de uma paródia.  Durante as oficinas os alunos receberam a orientação dos professores Robson Rubenilson, Vera Braz, Fátima Cândido e Luciano Medeiros e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e da Igreja Evangélica o Brasil para Cristo. 

3 de dezembro de 2012

Projeto História - Momento cultural IDES

Planejamento Momento cultural - 8º ano IDES

Tema: Milenarismo e as profecias para o fim do mundo

Grupos:

01- Allana - O apocalipse que não veio
02- Ana Laura - As profecias de Nostradamus
03- Filipe - O médico da realeza
04 - Hugo - As centúrias: uma crônica do Séc. XVI
05 - Raissa - O Fenômeno 2012

1º passo: organizar-se no grupo. Verificar o conteúdo e dividir as funções.
2º passo: elaborar o trabalho
3º passo: montar os stands
4º passo: apresentação
5º passo: desmontar os stands
6º passo: avaliação


Inicialmente é preciso alguém para recepcionar os visitantes: Se apresenta como parte da equipe de história que tem como tema: Milenarismo e as profecias para o fim do mundo. Questiona se o visitante já ouviu falar no final do mundo, sobre os Maias e Nostradamus. Em seguida informa que estes são o tema da pesquisa.

Um segundo aluno, convida os visitantes( até 15 por vez) a assistir um pequeno documentário sobre a profecia do final do mundo. Apresenta o vídeo ( apocalytpo), veja aqui e em seguida explica quem eram os Maias: Onde se localizava - América central, aqui, e caracterizava a civilização através do stand 5 que apresentava como surgiu a ideia do fim do mundo em 21 de Dezembro de 2012. Explica o calendário Maia e destaca o porquê de tanto medo.


Após a visita ao stand 5 os alunos iriam ao stand 1, no qual apresentaria que a ideia do fim do mundo não é de hoje, desde o ano 1.000 que já tinham medo. Pode falar sobre o medo do juízo final, as 7 trombetas anunciando, o terror do ano 1.000 e as catástrofes naturais. Levanta dúvidas sobre o medo, sabiam em que época estavam? Sabiam com certeza do ano nascimento de cristo? Podem ver citação da página 30 sobre o apocalipse. Será que não era devido a crise feudal?

Stande 2 fala  sobre as profecias de Nostradamus, apresenta 3 como principais: Hitler, Napoleão e Franco. Coloca a profecias escrita em cartaz e comento como teria sido realizado.

Stand 3 fala sobre a vida de Nostradamus

Stand 4 Comenta sobre alguns fatos que aconteceram na Europa no Séc. XVI

Por fim convida os visitantes para assistir outro trecho, agora sobre o filme 2012, veja aqui e destaca a polêmica com a igreja que não gostou da cena que representa a destruição do Cristo. Podem pesquisar sobre isso.


Alguém pode convidar os alunos para responder o quiz, por ordem. Primeiro pergunta que quer responder, ainda sem saber a pergunta. Quem se candidatar faz a pergunta com base no que foi explicado, que acertar ganha um pirulito...

Ao final alguém revela a ideia do fim do  mundo como uma renovação espiritual e entrega uma mensagem positiva

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...