27 de dezembro de 2011

Picuiense é presenteado com biografia por jornalista da Globo e tem poema publicado no Correio das Artes




O jornalista George Moura, da Rede Globo de Televisão, presenteou o poeta contemporâneo e bibliófilo picuiense Wellyson Marlon Jr. com o livro Ferreira Gullar: entre o espanto e o poema, perfil biográfico do célebre poeta brasileiro, da série Perfis do Rio. Na dedicatória o global diz: “Para Wellyson, uma vida que é uma aventura do ser. Um abraço, George Moura. Out/2001”. Moura que também é mestre em Artes Cênicas pela USP, trabalhou nas revistas Veja e Visão, atualmente é roteirista e supervisor de texto dos programas e da teledramaturgia da TV Globo. Também escreve roteiros para o cinema, como por exemplo, o do filme Linha de Passe, indicado e premiado no Festival de Cannes, em 2009. George Moura também publicou Paulo Francis — O Soldado Fanfarrão e Crimes que Abalaram o Brasil. Recebeu indicações para o Ammy Awards, o Oscar da televisão mundial. Na foto, medalha de finalista pelo programa Por Toda Minha Vida — Nara Leão, de 2007, e foi também indicado pelo Por Toda Minha Vida — Cazuza, em 2010.

Wellyson, ex aluno da Escola Professor Lordão, é um quase-especialista da obra (poética) gullariana, no mês de setembro último teve seu poema Pulsão Estelar: Vida — dedicado ao poeta Ferreira Gullar — publicado no suplemento literário Correio das Artes (em páginas de destaque), do Jornal A União, o oficial do governo do estado da Paraíba. Ferreira Gullar venceu em 2010 o prêmio Luís de Camões, a mais alta distinção que um autor de língua portuguesa pode aspirar e em 2011 venceu o prêmio Jabuti de ficção, o mais importante do Brasil, pelo livro Em alguma parte alguma. Sobre a publicação do poema Wellyson afirma: “O sentido da vida é o outro, é o outro que dá sentido ao que agente faz. Quando o reconhecimento chega nesse nível, a gente vê que valeu a pena.” E cita o poeta britânico G. K. Chesterton: “Aceitar tudo é um exercício, entender tudo é uma tensão. O poeta apenas deseja a exaltação e a expansão, um mundo em que ele possa se expandir.” E quando falam que escreve rebuscado fala: “A intenção do poeta não é escrever difícil”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...