26 de março de 2011

Terremoto do Japão deixou os dias mais curtos


Nem se anime: isso não significa que a sexta-feira vai chegar mais cedo. Quer dizer, até vai, mas você não vai notar a diferença. O pessoal da Nasa contou que, após o terremoto de magnitude 8,9 que atingiu o Japão na última sexta, 11, os dias estão um pouquinho mais curtos. Um pouquinho mesmo: 1,6 microssegundos. Eles explicam que os tremores causam leves deslocamentos da massa da Terra em direção ao centro do planeta, o que altera a velocidade da sua rotação. Mas calcule aí que cada microssegundo equivale a um milionésimo de segundo e você percebe que, na prática, não muda nada. Mesmo assim, o tempo estar passando mais rápido não é das piores notícias para começar uma segunda-feira, né?

Um comentário:

  1. Não é uma das piores mas tambem não é uma das melhores , sabiamos que a qualquer momento isso aconteceria sim , o japão sabia que estava caminhando para um desastre nuclear cujo impacto era incauculável mas catastrófico e hoje está vendo as tais consequências que alastram o país.

    O Brasil pode ignorar os perigos e achar que "no mesmo não tem tsunami nem terremoto". Mas temos que considerar a falha humana, que é responsável pela maioria dos acidentes nucleares. Fica a lição! o pior é que é uma lição que nunca os japoneses esqueceram, mas essa é a natureza que tanto desmatamos que tanto agredimos e que hoje nos castiga pelos nossos próprios erros.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...